Alexandre de Moraes nega liminar de suspensão da Lei de Abuso de Autoridade

alexandre moraes nega suspensao abuso autoridade
 O ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes negou liminar que requeria a suspensão da Lei de Abuso de Autoridade. O pedido foi feito no âmbito da ação direta de inconstitucionalidade 6.236, movida por diversas associações de magistrados e do Ministério Público.

No caso da ADI 6.236, o ministro Alexandre de Moraes adotou o rito diferenciado estabelecido no artigo 12 da Lei 9.868/1999 (Lei das ADIs). O dispositivo permite que, em face da relevância da matéria, o relator mande o processo diretamente ao Plenário do Tribunal para julgamento definitivo.

Presidente do Conselho Federal da OAB, entidade habilitada na ação como amicus curiae, Felipe Santa Cruz comemorou a decisão de negar o pedido feito na liminar.

“Trata-se de uma importante conquista da cidadania, que tem seus direitos defendidos em juízo pelo advogado. Entre outras medidas, a Lei de Abuso de Autoridade estabeleceu, em consonância com os ditames constitucionais, a criminalização da violação das prerrogativas da advocacia”, disse.

Matéria selecionada por Laryssa Abade.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s